GaryvilleSafety

Fábrica de Louisiana conquista importante marco em segurança

  1. Nalco Champion - Início
  2. Segurança e sustentabilidade
  3. Prêmios e reconhecimento de SH&E
  4. Marco em segurança em Garyville, Louisiana

Fale conosco

LIGUE PARA NÓS

Nalco Champion Brasil
Avenida das Américas, 3434, Bloco 7 – salas 701 a 704
Barra da Tijuca, RJ, Brasil, 22631-003

Para obter mais informações sobre os produtos e soluções da Nalco Champion, preencha o formulário e um representante da Nalco Champion entrará em contato com você. Ou ligue para 55 21 35014300 | E-mail: nalcochampion@ecolab.com

Fale um pouco sobre você
Onde você está localizado?
Como podemos falar com você?
Em que podemos ajudar?

À meia-noite de 11 de abril deste ano, nossa fábrica de Garyville, Louisiana, comemorou a obtenção de um marco em segurança: exatos três anos, ou 1,86 milhão de horas de trabalho, sem nenhuma lesão registrada de acordo com as orientações da Administração de Saúde e Segurança do Trabalho (OSHA).

"Os critérios da OSHA são muito específicos", explicou Sammy Edwards, superintendente sênior de saúde, segurança e meio ambiente de Garyville. "Ossos quebrados, cortes que requerem pontos, entorses ou distensões que requerem medicamentos prescritos são passíveis de registro."

A fábrica de Garyville fabrica produtos químicos de tratamento de efluentes industriais, soluções de água usadas em caldeiras e torres de resfriamento e químicas de processo para as indústrias de alimentos e bebidas, papel, petróleo, geração de energia, mineração, siderurgia e alumínio. Os cerca de 200 funcionários enfrentam riscos rotineiros relacionados com a produção de produtos químicos ao longo da jornada de trabalho – entre eles, possíveis exposições químicas e perigos físicos, como alta temperatura e pressão –, mas Sammy disse que o foco e o compromisso extraordinários do grupo com o trabalho seguro mantiveram seu incrível recorde intacto.

Além do marco de três anos sem uma única lesão passível de registro segundo a OSHA, são mais de 13 anos, ou 7,2 milhões de horas de trabalho, desde a última lesão ocorrida no local. As lesões com afastamento são consideradas mais graves do que as lesões passíveis de registro pela OSHA, pois impedem que os funcionários voltem ao trabalho no próximo dia programado.

"Nossas três prioridades são segurança pessoal, segurança de processos e conformidade regulatória", continuou ele. "Discutimos essas preocupações com nossas equipes todos os dias, juntamente com a segurança dos colegas e como é importante entender que as lesões afetam não só os feridos, mas também a família do indivíduo e seus colegas de trabalho."

Além desse diálogo diário, vários departamentos e supervisores de turno realizam de 10 a 15 reuniões mensais de segurança durante as quais eles normalmente discutem os quase acidentes do mês anterior e revisam os requisitos críticos de procedimento, como equipamentos de proteção individual (EPI), proteção contra queda, entrada em espaço confinado e resposta de emergência.

"Acredito que o desempenho de uma instalação reflete diretamente a atitude de seus funcionários em relação à segurança, e nossos funcionários são a razão de nosso sucesso", reafirmou ele. "Esta realização pertence a eles."

Parabéns à equipe de Garyville por ter alcançado este marco e por manter a segurança de todos.