Reciclando a água produzida

Histórias de soluções
  1. Início
  2. Reciclando a água produzida
waterdropicon

O fraturamento hidráulico consome muita água e os operadores buscam reduzir o uso de água potável reciclando o maior volume de água produzida possível. Trabalhando em conjunto com um operador e uma empresa de serviços, a Nalco Champion desenvolveu um redutor de fricção tolerante à salinidade e baseado em água que faz exatamente isso, oferecendo benefícios ambientais, econômicos e operacionais em comparação à tecnologia anterior.

A reciclagem de água produzida depende da capacidade que os aditivos químicos no fluido de fraturamento têm de tolerar altos níveis de sólidos totais dissolvidos (TDS, na sigla em inglês), um padrão de qualidade não encontrado nos redutores de atrito de emulsão inversa do setor. No xisto de Marcellus, operadores costumavam adicionar com frequência surfactantes externos ao redutor de fricção, o que ajuda na hidratação, mas aumenta os custos operacionais e reduz a capacidade de reciclar a água produzida.

Nosso inovador redutor de fricção diminui o consumo de água potável.

Economia de US$ 2,5 milhões em um mês

O redutor de fricção com polímero de dispersão da Nalco Champion permite que os operadores de poços reutilizem águas produzidas com alto teor de TDS, encontradas no xisto de Marcellus. Ao longo de toda a operação, o produto químico aumentou a eficiência, ajudou a conservar a água potável e resultou em um local de fraturamento mais seguro.

  • Melhoria de desempenho, inclusive redução ideal de fricção até mesmo em água produzida com força total e conquista de altas taxas de bombeamento com um só produto químico
  • Redução significativa nas cobranças por descarte de água: US$ 2.500.000 em um único mês
  • Benefícios operacionais: transporte e armazenamento reduzidos de produtos químicos, gerando economia com fretes e logística.
Ver todas as histórias