1. Início
  2. Coronavírus (COVID-19)

Atender a uma necessidade urgente de forma segura
Estamos oferecendo suporte aos trabalhadores na linha de frente que usam nossas soluções de limpeza e desinfecção para manter uma boa higiene das mãos e a limpeza de superfícies, ferramentas e equipamentos, para que possam manter os pacientes saudáveis, produzir e preparar alimentos de forma segura e manter a infraestrutura essencial funcionando sem problemas.


Proteger nosso time
Para ajudar a proteger nossos funcionários e suas famílias, solicitamos o trabalho remoto para quem puder, introduzimos protocolos adicionais de limpeza e distanciamento social em nossas instalações e fornecemos orientação, treinamento e EPI aos nossos funcionários que trabalham em campo.


Trabalhar presencialmente com segurança
Para os funcionários que estão trabalhando presencialmente para fornecer serviços essenciais aos clientes, criamos protocolos específicos para garantir sua segurança e a de nossos clientes.

Leia o blog do CEO da EcolabSaiba mais sobre os coronavírus e como eles se disseminam

_

Como minha empresa pode combater a COVID-19?

Trabalhe com a equipe da Ecolab para determinar quais produtos desinfetantes, treinamentos e oportunidades de educação existem para a sua empresa.

RESTAURANTES
Download
HOSPITALIDADE
Download
FOOD & BEVERAGE
Download

CUIDADOS TÊXTEIS

Download

_

Saiba mais com nossos especialistas

CDC Corona virus image, photo credit, Alissa Eckert, MS; Dan Higgins, MAM.
Perguntas e respostas sobre o coronavírus com especialistas da Ecolab

Esse coronavírus é novo e estamos continuamente aprendendo algo mais sobre ele. Nossos especialistas em saúde pública estão comprometidos em fornecer orientações e informações sobre as perguntas mais frequentes a respeito da COVID-19.

WEBINAR: ASSUNTOS DE SAÚDE PÚBLICA: ENTENDENDO O CORONAVÍRUS (COVID-19)
Especialistas da Ecolab conversam sobre a COVID-19 e como empresas de cuidados com a saúde, casas de repouso, hospitalidade, restaurantes e de processamento de bebidas e alimentos podem agir para ajudar a proteger funcionários e clientes. Esse webinar de uma hora inclui: 30 minutos de perguntas e respostas com especialistas da Ecolab sobre ações específicas para cada tipo de empresa.
Cleaning workplace
5 medidas práticas para proteger seu local de trabalho do coronavírus

Aprenda sobre as atitudes práticas e gerenciáveis que você pode tomar para aumentar significativamente a conformidade com a higiene no local de trabalho, com a Dra. Ruth Petran, Vice-Presidente de Pesquisa, Desenvolvimento e Engenharia, Segurança de Alimentos e Saúde Pública da Ecolab.

O que posso fazer para ajudar a combater a COVID-19?

Agir: foque em práticas de controle de infecções padrão, treinamento e conformidade.

Hand washing and environmental cleaning to protect against covid-19 infographic.
higiene pessoal
Hand washing and environmental cleaning to protect against covid-19 infographic.
Higiene ambiental
CORONAVÍRUS: REDUZINDO O RISCO DE INFECÇÕES
Use este vídeo para ensinar aos seus funcionários as formas de ajudar a combater a proliferação do coronavírus.

Boa higiene das mãos

Uma boa higiene das mãos é fundamental para impedir a proliferação de infecções bacterianas e virais. Lavar as mãos frequentemente e utilizar protocolos apropriados são coisas que todos podemos fazer para ajudar a proteger a saúde pública.

Perguntas e respostas com especialistas da Ecolab

Especialistas da Ecolab em saúde pública e prevenção de infecções oferecem orientações aos clientes que enfrentam desafios relacionados à COVID-19 em suas empresas.

Ecolab Expert

Linda Homan, RN, BSN, CIC

Gestora Sênior de Assuntos Clínicos

Linda Homan é uma especialista certificada em prevenção de infecções com mais de 20 anos de experiência. Linda é responsável pelo desenvolvimento de soluções clínicas e educacionais, pesquisa clínica aplicada e incorporação de melhores práticas clínicas em todas as ofertas de cuidados com a saúde.

Ler biografia

P. Como os funcionários de cuidados com a saúde podem se proteger em seu ambiente de trabalho?
R. Atualmente, o CDC recomenda uma abordagem cautelosa aos pacientes sob investigação em razão da COVID-19. A EPA e o CDC reconhecem as superfícies ambientais como um vetor para a transmissão de coronavírus:

Os profissionais de saúde devem realizar a higiene das mãos antes e depois de todo contato com o paciente, contato com material potencialmente infeccioso e antes de colocar e remover o EPI, incluindo luvas.

  • Se as mãos estiverem visivelmente sujas, use água e sabão antes de usar desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Os profissionais de cuidados com a saúde que entram no quarto do paciente devem ter precauções padrão e cautela em caso de contato e com elementos transportados pelo ar, além de proteção para os olhos (por exemplo, óculos de proteção ou protetor facial).
  • Para obter mais informações, incluindo listas de verificação do CDC, acesse o Healthcare Insights.

As instalações de saúde devem garantir que os suprimentos de higiene das mãos estejam prontamente disponíveis em todos os locais de atendimento.

  • Os pacientes devem ser solicitados a usar uma máscara cirúrgica assim que forem identificados e avaliados em uma sala privada com a porta fechada – idealmente uma sala de isolamento contra infecções transmitidas pelo ar, se disponível. A higiene meticulosa das mãos e a higiene ambiental desempenham um papel fundamental nessas precauções de isolamento.
  • A limpeza e desinfecção de rotina são apropriadas para a COVID-19 em ambientes de cuidados com a saúde, incluindo as áreas de atendimento ao paciente nas quais são executados procedimentos com uso de aerossóis. Certifique-se de estar usando um desinfetante aprovado da lista da EPA.

O CDC declara que as instalações devem garantir que os profissionais de saúde recebam educação e treinamento específicos para trabalhos ou tarefas relacionados à transmissão de agentes infecciosos, incluindo treinamento para reciclagem.

Entre em contato com sua equipe da Ecolab para discutir oportunidades de treinamento.

P. Se uma pessoa reconhecidamente doente ficou em um leito de hospital, como deve ser feita a limpeza do local?
R.
A limpeza e desinfecção de rotina são apropriadas para a COVID-19 em ambientes de cuidados com a saúde, incluindo as áreas de atendimento ao paciente nas quais são executados procedimentos com uso de aerossóis. Use um desinfetante com notificação de patógeno viral emergente da EPA. Limpe o equipamento de acordo com as instruções do fabricante. O CDC declara que as instalações devem garantir que os profissionais de saúde recebam educação e treinamento específicos para o trabalho ou tarefa relacionados à transmissão de agentes infecciosos, incluindo treinamento de reciclagem.

Ecolab Expert

Tatiana A. Lorca, Ph.D.

Líder do Programa de Qualidade e Segurança de Alimentos, Divisão Global de Alimentos e Bebidas

A Dra. Tatiana Lorca é Líder do Programa de Qualidade e Segurança de Alimentos de PD&E da Ecolab na Divisão Global de Alimentos e Bebidas. A Dra. Lorca trabalha regularmente com clientes operando fábricas de processamento de bebidas e alimentos em situações relacionadas à segurança de alimentos e conformidade com a auditoria.

Ler biografia

P. Há alguma evidência de transmissão do novo coronavírus por meio de alimentos, como carne? Ou alimentos provenientes da China?
R.
Agentes de saúde pública não acreditam que o consumo de alimentos, principalmente carnes, represente uma forma de transmissão de coronavírus. Claro, para garantir a segurança de alimentos, é importante o cozimento adequado de carnes cruas. Recomendamos ficar atento às práticas de segurança de alimentos padrão, como controle de temperatura, cozimento adequado, evitar contaminação cruzada etc.

P. O que posso fazer na minha fábrica de processamento de bebidas e alimentos para proteger meus funcionários e clientes?
R. Em primeiro lugar, precisamos reconhecer que a COVID-19 representa mais riscos à saúde pública do que risco de segurança de alimentos. Uma das principais prioridades é reduzir a probabilidade de infecção entre seus funcionários. Garanta que os funcionários compreendam como se proteger de forma adequada. Garanta que as práticas de saúde e higiene do pessoal sejam implementadas. Certifique-se de manter um ambiente de produção limpo e higienizado, seguindo boas práticas de fabricação todos os dias, do início ao fim. Certifique-se de que as superfícies de contato com alimentos e sem contato com alimentos sejam limpas e higienizadas.

Ecolab Expert

Ruth Petran, Ph.D., CFS

Cientista corporativa sênior de segurança de alimentos e saúde pública

A Dra. Petran oferece expertise e consultoria técnica a clientes internos e externos sobre situações de segurança de alimentos e saúde pública, identificando e monitorando tendências emergentes e novas estratégias de controle da segurança de alimentos.

Ler biografia

P. Preciso aumentar a taxa de uso ou a dose de desinfetante ou limpador?
R.
O uso de desinfetantes específicos pode ser útil no combate à COVID-19. Todos os desinfetantes devem ser usados conforme indicado no rótulo/instruções do produto. No entanto, este é um ótimo momento para reforçar o treinamento e a conformidade para garantir que superfícies e áreas muito tocadas estejam sendo limpas adequadamente e que os funcionários estejam usando as melhores práticas de prevenção de infecções no trabalho.

P. A Ecolab tem um produto para usar contra o coronavírus?
R. Sim. Nós oferecemos desinfetantes específicos que demonstraram eficácia contra diferentes vírus, como o causador da COVID-19 (doença de coronavírus), quando usados conforme as orientações. Também oferecemos orientação e treinamento sobre procedimentos de limpeza adequados para ajudar a reduzir o risco de contrair a COVID-19. Se você já é cliente, fale com o executivo de contas para obter informações específicas. Se você não é cliente, acesse Ecolab.com para falar conosco por e-mail ou telefone.

P. Por quanto tempo o coronavírus sobrevive em superfícies?
R.
A resposta curta é: não sabemos ainda. Esse é um novo vírus e os estudos estão apenas começando. Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) indicam que a transmissão da COVID-19 não deve ocorrer a partir de uma superfície infectada. O risco de transmissão é muito mais baixo a partir de superfícies do que de uma gotícula direta viajando pelo ar a partir de uma pessoa infectada. Como em qualquer situação de potencial surto, recomenda-se a prevenção adequada de infecções com desinfetante para superfícies e locais que muitas pessoas tocam.

P. Como funcionários do setor de hospitalidade podem se proteger em seu ambiente de trabalho?
R.
Funcionários de hotéis ou ambientes de hospitalidade devem seguir técnicas padrão de prevenção de infecções, como lavar as mãos frequentemente, ficar em casa quando estiverem doentes e usar desinfetantes aprovados com notificação de patógeno viral emergente da EPA após os procedimentos especificados.

P: Como não é possível testar para a COVID-19, como se determina quais tipos de desinfetantes químicos podem ser usados contra a COVID-19?
R: Para vírus emergentes ou novos como o coronavírus (COVID-19), as empresas não conseguem adquirir a cepa do vírus para testar a eficácia de seus produtos desinfetantes. Alguns países têm políticas ou declarações gerais que tratam disso (por exemplo, Orientações sobre patógenos virais emergentes da EPA dos EUA*, Declarações sobre vírus da UE) utilizando uma hierarquia de suscetibilidade de vírus a desinfetantes. Em geral, essas políticas são baseadas na capacidade de um produto matar um vírus "mais difícil de matar" e podem ou não exigir a pré-aprovação para uso em situações de surto. Deve-se tomar cuidado para usar a diluição apropriada no momento de contato correto para a aplicação adequada listada na etiqueta do produto e assim permitir a desinfecção contra o SARS-CoV-2. Se você é um cliente atual, deve falar com o executivo da sua conta para obter informações específicas. Se você não é cliente, acesse Ecolab.com para falar conosco por e-mail ou telefone.

*Nos EUA, um produto deve ser pré-aprovado pela EPA dos EUA. Deve ser um desinfetante hospitalar e conter a frase "Aprovado para Patógenos Virais Emergentes" no rótulo principal.

Ecolab Expert

Ed Snodgrass

Líder do Programa de PD&E, Institutional

Ed Snodgrass é um engenheiro químico com mais de 15 anos de experiência em eficácia e desenvolvimento de novos produtos para as indústrias de hospitalidade, casas de repouso e serviços alimentícios.

P. O que devo fazer em relação a lençóis, roupas de cama e outros produtos têxteis?
R. No momento, não há evidência de que vírus respiratórios, como o causador da COVID-19, se propaguem por meio de produtos têxteis, lençóis e roupas de cama. Como gotículas podem transmitir a doença, recomenda-se o protocolo adequado de prevenção de infecções ao trocar e limpar lençóis e roupas de cama.

Funcionários de hotéis e hospitais devem sempre usar equipamentos de proteção individual ao manusear lençóis sujos. Se um residente ou paciente estiver infectado com a COVID-19, siga estas etapas:

  • Ao limpar o quarto, coloque o lençol em um saco e mantenha-o isolado até que seja colocado na máquina de lavar.
  • Lave o lençol com um detergente de lavanderia padrão no mínimo e seque de acordo com as diretrizes padrão de secagem de lençóis.
  • Manipule o lençol limpo o mínimo possível, dobre-o e armazene-o em uma área seca e limpa.
  • Não manipule lençóis limpos imediatamente após manipular lençóis sujos.

Entre em contato com o representante da Ecolab para obter mais informações sobre o protocolo adequado e os produtos desinfetantes para lavanderia.

P. Conselhos para jacuzzis e spas?
R.
Pessoas infectadas não devem usar essas áreas. Superfícies muito tocadas devem ser desinfetadas regularmente. Siga os procedimentos padrão de manutenção da sua piscina, spa ou jacuzzi. No momento, não há evidências de transmissão por esse meio.

Angela Becker Senior Program Leader for the Textile Care Division Ecolab

Angela Becker

Líder Sênior de Programa da Divisão Textile Care, Centro de P&D

 Nessa função, ela é responsável pelo gerenciamento da Equipe de Desenvolvimento de Produtos de Lavanderia Comercial e da Equipe de Serviços Técnicos para P&D na América do Norte. Angela trabalha na Ecolab há 22 anos onde já ocupou vários cargos e trabalha no setor de lavanderia comercial há seis anos, fornecendo suporte técnico, pesquisa e troca de conhecimentos a todos os clientes da divisão Textile Care. Ela é especialmente entusiasmada pela lavagem e processamento adequados de uniformes de cuidados com a saúde e é defensora da importância de gerenciar os uniformes de cuidados com a saúde durante todo o ciclo de fluxo das roupas de cama.

Ler biografia

P. Quais métodos de prevenção de infecções devo seguir em uma instalação de lavanderia hospitalar comercial?
R.
Todas as roupas de cama de uma planta de lavanderia hospitalar comercial devem ser tratadas como se estivessem contaminadas e as precauções de manuseio universal precisam ser seguidas.

  • Evite tocar o nariz, a boca, os olhos e o rosto ao manusear roupas contaminadas, lave as mãos adequadamente e com frequência e use desinfetantes para as mãos. Use todos os EPI para proteger os funcionários contra a exposição.
  • Devem ser estabelecidas separações/barreiras apropriadas entre roupas de cama limpas e sujas na planta e durante todo o processo de transporte.
  • Todas as superfícies duras que entram em contato com roupas de cama sujas e limpas devem ser desinfetadas regularmente com um desinfetante de superfície dura registrado na EPA, com a informação adequada de que é adequado para a COVID-19.
  • As roupas de cama devem ser lavadas com uma fórmula de lavagem, seguindo as diretrizes recomendadas pelo CDC para roupas de cama contaminadas; tempo/temperatura ou tempo/temperatura/intervenção antimicrobiana (desinfetante para roupas)1.
  • Aumente o treinamento dos funcionários em lavagem adequada das mãos, colocação e retirada adequada de EPI.

P. Qual é a orientação do CDC ou da OMS para o processamento de roupas de cama potencialmente contaminadas?
R.
Hoje, o CDC fornece as seguintes orientações para roupas de cama potencialmente contaminadas com COVID-19:

  • O gerenciamento de lavanderia, utensílios de serviço de comida e resíduos médicos também deve ser realizado de acordo com os procedimentos de rotina. Consulte o CDC.gov
  • Procedimentos de rotina para a lavagem de roupa de cama hospitalar emitidos pelo CDC e OMS incluem orientação térmica OU térmica/química:
    • Para descontaminação térmica, lave com detergetne a 160 ºF ou temperatura superior por 25 min ou mais, no caso de roupa de cama hospitalar.
    • Para descontaminação térmica/química, lavar a temperaturas inferiores a 160 ºF, escolha um produto químico adequado para lavagem a baixa temperatura
    • Um produto adequado para lavagem a baixa temperatura inclui um detergente e uma intervenção antimicrobiana para compensar se a lavagem for a temperatura mais baixa. Uma intervenção antimicrobiana se dá com o AdvaCare Disinfectant, um desinfetante de lavanderia registrado na EPA (EPA nº 1677-193) conforme instruções da etiqueta para desinfecção (140 ºF por 5 min. a 4 oz/CWT).
    • Se não for possível alcançar temperaturas de 160 ºF por 25 min. para roupas de cama de áreas de cuidados com a saúde, a utilização de um desinfetante para lavanderia é a melhor prática para compensar pela lavagem com temperatura mais baixa. O AdvaCare Disinfectant da Ecolab utilizado no nível de desinfecção de lavanderia é uma recomendação de melhores práticas.
    • Observação: nenhum programa ou produto pode afirmar que elimina diretamente a COVID-19 no processo de lavagem.

  • A lavagem rotineira de outros tecidos e roupas de cama inclui:
    • As fórmulas de lavagem são projetadas com base na otimização dos quatro principais parâmetros de lavagem, que incluem tempo, temperatura, ação mecânica e ação química. Além disso, o processo de lavagem depende de muitos outros mecanismos de remoção de sujeira, que incluem diluição, temperaturas para aumentar a solubilidade da sujeira e a permeabilidade dos tecidos, químicas que trabalham juntas para saponificar óleos e graxas, desnaturar proteínas e remover materiais orgânicos. Todos os processos mencionados auxiliam na remoção de sujeira e contaminantes em tecidos, resultando em um tecido limpo.
    • Uma recomendação de melhores práticas para configurar um processo de lavagem otimizado é usar um antimicrobiano no processo de lavagem, o AdvaCare Desinfectant, um desinfetante para lavanderia registrado na EPA (EPA Nº 1677-193), com taxa de higienização de lavanderia ou taxa de desinfecção de lavanderia. As instruções do rótulo devem ser seguidas para atender às indicações de higienização ou desinfecção da roupa de lavanderia. O rótulo da EPA também descreve as indicações de morte de microorganismos. Consulte o seu representante Ecolab para obter detalhes adicionais sobre o uso deste produto.